artista VFX
artista VFX

Artista de efeitos visuais anônimo comenta sobre as más condições de trabalho da Marvel !

Um artista de efeitos visuais descreveu as difíceis condições de trabalho que a Marvel tem perpetuado nas produções recentes de seus filmes. Devido às suas enormes bilheterias e uma linha cada vez maior de programas de televisão no Disney +, a Marvel é talvez a força mais poderosa da indústria cinematográfica, e devido a esse histórico de sucesso dá ao estúdio uma influência esmagadora sobre a direção das práticas da indústria. A demanda de casas de pós-produção nunca foi tão alta devido as adições à lista do Universo Cinematográfico da Marvel.

Devido a um baixa na qualidade dos efeitos visuais recentemente, a Marvel tem estado sob um exame minuciosamente dos fãs. Quando as imagens de She-Hulk: Attorney at Law foram reveladas, os fãs criticaram seu rosto estranho gerado por computador além das más qualidade nas animações. As preocupações começaram a crescer entre a base de fãs de que o estúdio está lutando para manter o nível de qualidade alinhado com seus lançamentos nos cinemas. A Marvel também foi criticada por depender excessivamente dos chromakey, as famosas telas verdes, levando a cenários subdesenvolvidos em que os personagens aparecem colados na cena. O diretor de Thor: Love and Thunder , Taika Waititi, apareceu em um vídeo da Vanity Fair , zombando da inconsistência no trabalho CGI de seu filme.

Agora, um artista anônimo de VFX conversou com a Vulture sobre sua experiência com as práticas da indústria da Marvel. O artista descreve como é a tênue relação entre a Marvel Studios e as casas de efeitos visuais, afirmando que há um incentivo para manter o estúdio feliz a qualquer custo. Caso uma casa de efeitos negar um pedido ou até mesmo for insuficiente ela sofre uma séria ameaça de perder oportunidades de emprego daqui para frente. Ao competir por empregos na Marvel, as casas de efeitos também são muito mais propensas a sublicitar, levando à escassez de pessoal. O artista afirma que um trabalho típico de efeitos visuais exige uma equipe de dez trabalhadores – Mas com filmes da Marvel, essa mesma carga de trabalho é tratado por apenas dois artistas. Como resultado, artistas com excesso de trabalho e falta de pessoal que devem atender às demandas contínuas do estúdio, muitas vezes até o lançamento de um filme.

“Talvez um mês ou dois antes de um filme sair, a Marvel nos fará mudar todo o terceiro ato. Tem tempos de retorno realmente apertados. Então, sim, não é uma grande situação ao redor.

Alguns dos problemas que mencionei são universais para cada show e cada projeto. Mas você acaba fazendo menos horas extras em outros programas. Você acaba sendo capaz de empurrar mais os diretores. Quando eles dizem algo como ‘Ei, eu quero isso’, você pode dizer ‘Isso não faz sentido’. Nem todo cliente tem o poder de intimidação da Marvel.”

artista VFX

A Marvel se tornou famosa na indústria de efeitos visuais por suas inúmeras mudanças radicais e edições de última hora. Muitas vezes , os diretores têm pouca experiência com efeitos visuais e lutam com cenas visuais de trabalho em andamento, o que leva a grandes edições até o fio. Levando uma equipe de artistas já sobrecarregada ao ponto de ruptura: a fonte anônima descreve vários casos de colegas de trabalho tendo ataques de ansiedade ou chorando. O artista também reconhece que na maioria das vezes não está trabalhando com um diretor de fotografia e deve desenvolver seus próprios planos para as sequências de ação de um filme. Isso resulta em um estilo visual inconsistente em comparação com o resto do filme e cenas de batalha que não são fundamentadas em um espaço real.

Veja mais:  Homem-Aranha ganha gameplay de Marvel’s Midnight Suns

Há um movimento crescente de trabalhadores de efeitos visuais que procuram se sindicalizar para melhorar a qualidade e o ritmo de suas cargas de trabalho. A conta deste artista de efeitos visuais é apenas uma de uma série de alegações das más condições de trabalho perpetuadas pela Marvel. O objetivo do movimento é dar mais voz aos artistas no processo de licitação e evitar que as casas de efeitos subam sem considerar o impacto que isso teria sobre eles. Os trabalhadores também querem ser capazes de contrariar os diretores sem medo de retaliação do estúdio. Esse conflito provavelmente continuará enquanto a Marvel anuncia planos para as próximas duas fases do universo cinematográfico.

 

Fonte: Vulture

DEIXE SEU COMENTÁRIO PARA SABERMOS O QUE VOCÊ ACHOU DA PUBLICAÇÃO

Sobre o Author

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *